Header Ads

Breaking News
recent

Exposição A Nau do Argonauta, individual do pintor espanhol Darío Basso

A NAU DO ARGONAUTA
Darío Basso
A galeria Arthobler – Lisboa apresenta a exposição A Nau do Argonauta, individual do pintor espanhol Darío Basso (Vanezuela, 1966). A mostra inaugura dia 24 de Setembro, com vernissage nesse dia a partir das 19.00h, e estará patente até 31 de Outubro, na Lx Factory, de 4ª a Domingo, das 12.00 às 20.00h.
Darío Basso, um dos pintores que mais se destacou na cena artística espanhola nos últimos anos, conta com um extenso currículo de exposições na Europa, nos EUA e América Latina, prémios e aquisições de obras para integrarem as mais importantes colecções de arte contemporânea de Espanha, como a Colecção Caja Madrid, a Colecção Banco de Espanha, a Colecção Unión Fenosa ou a do Museu Nacional de Arte Rainha Sofia, só para citar algumas. Em Portugal a sua obra integra a Colecção do Museu de Arte Contemporânea de Serralves e várias colecções privadas de prestígio.
Darío Basso regressa à Arthobler, desta vez em Lisboa, depois de duas mostras na Arthobler – Porto, em 2004 e 2007, com as suas obras mais recentes na exposição “A Nau do Argonauta”. Esta série compõe-se por pinturas sobre tela com cores fortes e vivas, ricas em contraste e de movimentos livres e dinâmicos.
A exposição apresenta o mais recente desenvolvimento artístico do pintor espanhol e manifesta uma criação renovada das suas formas e conteúdos. Mantendo-se fiel à sua estética típica de superfícies densas e espessas, ricas em texturas, o artista aplica em movimentos bruscos tintas acrílicas e óleos misturados com diversos materiais e cria telas matéricas e profundas. Os efeitos ópticos das superfícies rugosas e ásperas, em certas partes quase marcadas por sulcos e cicatrizes, são reforçados pela mistura de tinta com areia de mármore.
Puro em forma e cor, o artista volta aos motivos e temas do seu passado; como a utilização de folhas secas de palmeira e bananeira ou o motif do Panteão da série “Aníbal contra Roma”. Os recentes trabalhos da série “Flowers to Andy” são testemunhos de uma criação espontânea e fascinante. Folhas secas com texturas delicadas, enroladas ou dobradas são arranjadas em forma de estrela. Estas telas ganham em movimento e ritmo e de repente as flores sofrem uma metamorfose para renascer como estrelas-do-mar com braços vivos, tentando fugir dos bordos. Se nas primeiras versões destas obras as linhas corriam rectas de cima para baixo ou de baixo para cima, lembrando estalactites e estalagmites; agora as formas enrolam-se e criam imagens florais ou semi-circulares com cores luminosas e bem definidas.
As obras de Darío Basso são “outdoors”, telas que ficam expostas aos elementos. As suas criações são o resultado duma colaboração com influências estranhas de uma alquimia mágica: animais, vento, pó, chuva e Sol marcam tanto as obras de Darío Basso como as suas mãos, trinchas e espátulas.
“A Nau do Argonauta” representa mais um passo no desenvolvimento da obra do artista Darío Basso. Ele traduziu em súmula as suas criações anteriores para uma obra completamente nova, formas mais livres e dinâmicas, recombinando e recompondo sem preconceitos e trabalhando com uma palete de cor alargada - uma obra cada vez mais independente.
Legenda da imagem anexa: Darío Basso, Soplo de ceniza, 2009, téc mista, 200x200 cm

info adicional:
http://www.dariobasso.com
http://www.seacex.es/documentos/basso_10_bio_ing.pdf
http://www.seacex.com/documentos/basso_07_foster_ing.pdf

Para mais informações e/ou imagens, por favor contacte:
Galeria Arthobler – Lisboa
Lx Factory
Rua Rodrigues Faria, n.º 103
Edifício G. 03
1300-501 Lisboa
Tel. +351 965 865 186
lx@arthobler.com
4ª a Dom. - 12 às 20.00h
Galeria Arthobler - Porto
Rua Miguel Bombarda, 624
4050-379 Porto - PORTUGAL
Tel. +351 22 6084448
info@arthobler.com
www.arthobler.com

3ª a Sáb. - 15 às 19.30h

Sem comentários:

António Dulcídio. Com tecnologia do Blogger.