Header Ads

Breaking News
recent

Isabel Baraona

Isabel Baraona
“folhas, páginas e outros desenhos”
Inauguração: 14 de Novembro de 2009, Sábado, às 18h.
De 14 de Novembro a 12 de Dezembro de 2009 e de 19 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2010.
De 3ª a Sáb. das 15h às 19h.
(Encerra: Dom., 2ª. e Feriados)
Apresentação no Pátio de Letras: 13 de Novembro de 2009, sexta, às 22h.
Rua Dr.Cândido Guerreiro, 26-30, Faro.
http://espacodememoria-patiodeletras.blogspot.com/
Isabel Baraona (Cascais, 1974), estudou escultura, pintura, vidro e desenho, no Ar.Co (1993/96), enquanto completava o Bacharelato em Artes Decorativas na ESAD/FRESS (1994/97), em Lisboa. Estudou peinture et recherches tridimensionnelles, na ENSAV / La Cambre, Bruxelas, Bélgica (1997/2002) e fez a Pós-graduação em Pintura na FBAUL (2005/06). A sua obra é exibida publicamente desde 2001, individual e colectivamente, em Portugal e na Bélgica. Actualmente é docente na ESAD.CR, Caldas da Rainha.
Já quando em 2003, Isabel Baraona apresenta a série de pinturas intitulada “tu es mon pays”, a superfície pictórica apresenta-se sobretudo como memória do processo do fazer, como uma paisagem marcada e reveladora da acção do tempo. Mais tarde, é já o “subsolo” íntimo afectado pelos fenómenos exteriores, que motiva a sua obra.
Esta deriva introspectiva passa, então, a ser servida pelo desenho como forma privilegiada de investigação e inventariação de si na sua condição de jovem mulher. Logo aí, o manuseamento da tesoura, da agulha, da linha e a mancha vermelha no tecido, investigam códigos de separação dos sexos, sobretudo os que socialmente determinam o feminino. Depois, assumida plenamente a condição adulta, ainda que não abandonando o recorte e a colagem, é sobre o papel bidimensional que o lápis, o aparo ou o pincel, se impõem como meios de exteriorização de um mundo improvável, fantástico, terno e terrível, em que a maravilha da fábula se confronta com a crueldade e o medo, e em que o sonho é sempre perturbado pela crua realidade.
Na Artadentro, Isabel Baraona apresentará um vídeo e desenhos originais, destinados a publicação, integrando a série “os Livros de cores”, que compreende os títulos: “grafite”, “vermelho”, “negro”, “azul” e o desdobrável “is this me?”. No dia anterior à inauguração desta mostra na Artadentro, a autora fará uma apresentação da sua obra, ás 22h00, no Pátio de Letras, onde os seus “livros de artista” estarão à disposição do público.
Artadentro,
Vasco Vidigal
Colaboração especial:
Pátio de Letras
Apoio:
 F 32
AlgarFresa -  Criações Publicitárias, Ldª.
Gráfica Arneiro
Postal do Algarve
RUA fm

Sem comentários:

António Dulcídio. Com tecnologia do Blogger.