Header Ads

Breaking News
recent

Exposição de María Eugenia Jiménez

Os trabalhos da artista mexicana María Eugenia Jiménez exalam autoconfiança e sensibilidade, representam ideias a princípio não dimensionáveis e que adquirem uma tal magnitude que acabam por encantar e nos convidam a reflexão. No espectáculo da artista em pintar cada obra como se nunca houvesse pintado, atinge sua plenitude e a obra fala por si. Em seu caminho rompe com a dependência do objecto e da figura, destitui os atributos convencionais, contornos rectas e curvas instalam-se e resultam em possibilidades combinatórias infinitas. A arte está impregnada na memória visual de María Eugenia Jiménez, o que mantém seu trabalho em constante vibração. A artista não inventa formas, a pintura nasce espontaneamente num processo em que corpo e mente trabalham em comunhão. Quando novas camadas de tinta se sobrepõem, uma nova construção se forma com suavidade, e precisão. Uma nova ordem se impõe, ao que no início supostamente era caos e indeterminação resulta em harmonia. As fronteiras entre uma cor e a outra são suaves, cada cor exige a presença de sua complementar para estabilizar a composição. Ao mesmo tempo é possível notar as cores abaixo da última camada, portanto é um trabalho em processo, passível de transformação até a última pincelada.
José Roberto Moreira – Comissário e Galerista
María Eugenia Jiménez vive e trabalha em Puebla, México.
Patente até 19 de Novembro de 2010, de Terça à Sábado, das 13:30hs às 18:00hs.
Colorida Galeria de Arte
Rua Costa do Castelo, 63 – Lisboa
Tel 218 853 347
www.colorida.pt 

Sem comentários:

António Dulcídio. Com tecnologia do Blogger.