Header Ads

Breaking News
recent

Radiação (Edição 0)

Radiação  (Edição 0)
De 15 a 19 de Novembro de 2010
Na Rádio Universitária do Algarve   RUA 102.7 FM
Artistas:
Ana André, Ana Borralho & João Galante, Carlos Norton, Luís Ene & Pedro Leote Mendes, Mariana Ramos, Mauro Amaral, Nuno Murta &Daniel Almeida, Sara Martins, Teresa Ramos, Vasco Vidigal.
Trata-se de uma iniciativa da Artadentro em cooperação com a Rádio Universitária do Algarve – RUA fm, que consiste na realização de uma edição experimental em 2010 (Edição 0), de uma semana de Arte Rádio que consistirá na rádio-difusão de objectos sonoros intercalados pela habitual grelha de programação da RUA fm, 102.7, entre 15 e 19 de Novembro de 2010, concebidos por autores contemporâneos maioritariamente algarvios ou aqui residentes.
Trata-se de um projecto inédito no Algarve, em que pela primeira vez autores algarvios exploram uma área de intervenção artística que, embora já com longa tradição noutros países, em Portugal apenas é abordada esporadicamente. Esta iniciativa experimental, aspira a vir a realizar-se anualmente e a afirmar-se no panorama artístico nacional.
A Arte Rádio, é uma actuação artística sobre o médium radiofónico transformando-o e/ou usando as suas características particulares, questionando-o e ao mundo envolvente — rádio produzida por artistas; composta por objectos sonoros experienciados no espaço rádio (todo o local onde a transmissão é ouvida), em que a qualidade sonora das obras rádio-difundidas é secundarizada em relação à originalidade conceptual — o receptor de cada ouvinte determina a qualidade sonora da obra rádio-difundida; a Arte Rádio acontece no local onde os objectos sonoros são ouvidos em combinação com o som ambiente, impossibilitando ao autor o controle da experiência da fruição da obra pelo ouvinte — cada ouvinte experiência a sua própria versão de uma obra; a Arte Rádio não é música — Arte Rádio é rádio.
A Arte Rádio, pode ser tida como uma forma de sound art, embora puramente sonora e não integrando obras musicais. Muitos dos seus praticantes, preferem-na como uma forma artística por si só,  que usa as idiossincrasias da rádio: a ligação ao ouvinte; o seu carácter efémero; o constrangimento temporal e espacial; tirando partido da cooperação entre estações de rádio; e, sobretudo, actuando sobre o uso estabelecido da rádio.
De facto, na produção de Arte Rádio contemporânea, predomina o interesse por novas estratégias narrativas e pela subversão das convenções mediáticas. Em obras textuais e não textuais, abordando a rádio como um espaço a construir sonora e linguisticamente ou como uma arena ou palco de eventos, um local de encontro e de reunião, usando a paisagem mediática como a própria narrativa, ou o próprio corpo como fonte, reunindo sons do mundo e construindo novas geografias, etc., a Arte Rádio tem investigado a natureza da linguagem — discurso como cultura —, e o som como linguagem num mundo predominantemente visual, enfatizando a importância não apenas do dito, mas sobretudo, de como é dito.
Assim, o que pretendemos com esta iniciativa, num mundo predominantemente visual onde o sentido de audição é tradicionalmente secundarizado embora, paradoxalmente, cada vez mais envolto numa variada gama sonora, é suscitar a reflexão sobre o “ouvir” contemporâneo — até que ponto somos “surdos” a grande parte da multifacetada paisagem sonora em que vivemos —, e sobre a “oferta” sonora radiofónica.
ARTADENTRO  -  Arte Contemporânea  -  Associação
Rua Rasquinho 7  |  8000-416 FARO  |  t + f :  289802754  |  tm: 919328019
artadentro@hotmail.com   |    www.artadentro.com

Sem comentários:

António Dulcídio. Com tecnologia do Blogger.